sábado, 26 de setembro de 2015

Menina Caprichosa no Túnel do Tempo; MODA ANOS 50


Hello meninas, quem esta com sono levanta a mão yey! O calor me dá mais sono que o normal sério mais mesmo assim estou aqui pra escrever mais um post para vocês o 4/8 Posts da série Tunel do Tempo. E se você não conferiu os posts a seguir é só clicar e ver o que perdeu: Moda Anos 20; Moda Anos 30 e Moda Anos 40. Esses posts são uma mini aula de história da Moda, espero que vocês estejam gostando o tanto quanto eu, sem mais mimimi vamos lá;

1. História Anos 50;
Foi durante esse período que ocorreu o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, alterou significativamente o cenário internacional, com a divisão do mundo em dois blocos político-militares liderados pelas duas superpotências emergentes: EUA e URSS. Houve então uma ampliação da e influência econômica, política e ideológica dos EUA implicou o estímulo à penetração da cultura norte-americana em países latino-americanos como o Brasil.


• Começa o Regime do apartheid, um regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994 pelos sucessivos governos do Partido Nacional na África do Sul, no qual os direitos da maioria dos habitantes foram cerceados pelo governo formado pela minoria branca.A nova legislação dividia os habitantes em grupos raciais ("negros", "brancos"). Somente em 1990 seriam iniciadas as negociações para acabar om o  apartheid o que resultou em realização de eleições multirraciais e democráticas em 1994, que foram vencidas pelo Congresso Nacional Africano, sob a liderança de Nelson Mandela.


• Houve também a expansão dos meios de comunicação, foi nessa década em que começaram as transmissões de televisão, provocando uma grande mudança nos meios de comunicação. 


• Na política o cenário apresentava em 6 de fevereiro de 1952, Elizabeth II como rainha da Inglaterra,  ocorreu o suicídio do presidente do Brasil Getúlio Vargas e a presidência de Juscelino Kubitschek (JK) no Brasil.



• E mais uma coisinha, foi criada em 1953 a empresa estatal Petrobrás.





2. Esportes Anos 50;
A Realização da Copa do Mundo de Futebol ocorreu no Brasil, em 1950. O Uruguai foi o campeão após vencer a seleção brasileira, em pleno Maracanã, pelo placar de 2 a 1. Na próxima copa que ocorreu en 1954 a Alemanha torna-se campeã e somente em 29 de junho de 1958, o Brasil torna-se, pela primeira na história, campeão da Copa do Mundo de Futebol. O evento ocorreu na Suécia.

 Saindo do futebol a A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) organiza o primeiro Campeonato Mundial de Formula 1, em 1950. E pra encerrar em fevereiro de1951, começam os primeiros Jogos Pan-Americanos. O evento esportivo ocorre na Argentina.


3. Publicidade Anos 50;
A partir de 1954, teve início uma fase de profissionalização e maior racionalização do trabalho. Novos anunciantes de produtos de consumo em massa acorreram à televisão, aumentando a concorrência entre as três emissoras - Tupi, Paulista e Record. 

A renda com a publicidade justificou, rapidamente, a organização de estúdios onde cada Garota Propaganda ficava em seu próprio set e a câmera ia passando de um em um. Assim, eram apresentados de quatro a cinco comerciais por intervalo. As Garotas Propaganda tornaram-se um dos pontos fortes da televisão.

Os Anúncios e filmes cada vez mais ousados, diferentes de tudo que já era tradição na publicidade, empurraram implacavelmente as Garotas Propaganda para as páginas da história dos meios de comunicação no Brasil.

4. Cultura e Arte Anos 50;
Quanto o teatro, a música, a poesia e a arte, movidos pela crença na construção de uma nova sociedade...fosse ela industrial, fosse ela centrada na valorização do elemento nacional e popular. Era abraçada expressões artísticas e estéticas inovadoras que vinham sendo praticadas não só em outras partes do mundo, mas também no próprio país. 
 No dia 20 de outubro de 1951, é inaugurada a I Bienal Internacional de Arte de São Paulo.

5. Música Anos 50;


O rádio cresceu no início dos anos 50, quando houve um aumento da publicidade. As populares radionovelas, por exemplo, tinham como complemento propagandas de produtos de limpeza e toalete. Surge o Rock N' Roll, nos Estados Unidos que repercutiu mundialmente com os cantores Bill Haley, Elvis Presley, Chuck Berry, Chubby Cheker entre outros. Surgiu o ttermo "rockabilly"  uma referência à música country (que costumava ser chamada de música hillbilly nos anos 40 e 50), que contribuiu enormemente ao desenvolvimento do gênero. É um dos primeiros sub-gêneros do rock and roll,suas principais vozes foram: Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Elvis Presley, Buddy Holly, Bill Halley, Johnny Cash, Gene Vincent, Wanda Jackson,Eddie Cochran e Johnny Burnette.

 E as músicas mais pedidas no rádio eram essas:

  • Rock Around The Clock- Bill Haley
  • La Bamba- Ritchie Valens  
  • Johnny B. Goode - Chuck berry 
  • Jail House Rock- Elvis Presley 6. Cinema e TV;

Na televisão, a publicidade não se limitava a vender produtos, e as próprias empresas eram produtoras dos programas que patrocinavam. Houve um aumento da tiragem dos jornais e revistas, e popularizaram-se as fotonovelas, lançadas no início da década. A televisão se popularizou e permitia que as pessoas assistissem aos acontecimentos que cercavam os ricos e famosos, que viviam de luxo, prazer e elegância, como o casamento da atriz Grace Kelly com o príncipe Rainier de Mônaco.


O cinema e o teatro também participaram desse processo, tanto do lado das produções de caráter popular quanto das produções mais sofisticadas. No caso do cinema, as populares chanchadas, comédias musicais produzidas pela Atlântida, empresa criada nos anos 40, tiveram seu auge nos anos 50, e seus atores foram consagrados pelo público. O teatro de revista, que também misturava humor e música, fazia bastante sucesso.


    
Principais filmes foram:

  • Alice in Wonderland (1951)
  • Cinderella (1950)
  • Lady and the Tramp (1955)
  • Peter Pan (1953)
  • Sleeping Beauty (1959)
  • Quanto Mais Quente Melhor
  • Cantando na Chuva
  •  Caiçara - Brasil

7. Boys
Quanto ao universo masculino o cinema havia lançado o " garoto rebelde". simbolizado por James Dean no filme " Juventude Transviada" em 1955 e por Marlon Brando em " Um bonde chamado desejo" em 1951, transformando a camiseta branca em um símbolo da juventude. Já na Inglaterra, alguns londrinos voltaram a usar o estilo eduardiano, mas com um componente mais agressivo, com longos jaquetões de veludo, coloridos e vistosos, além de um topete enrolado. Eram os "teddy-boys".

Ao final dos anos 50, a confecção se apresentava como a grande oportunidade de democratização da moda, que começou a fazer parte da vida cotidiana. Nesse cenário, começava a ser formar um mercado com um grande potencial, o da moda jovem, que se tornaria o grande filão dos anos 60.


8. Personalidades Públicas
Dois estilos de beleza feminina marcaram os anos 50, o das ingênuas chiques, encarnado por Grace Kelly e Audrey Hepburn, ( que fez 14 filmes nessa década) que se caracterizavam pela naturalidade e jovialidade e o estilo sensual e fatal, como o das atrizes Rita Hayworth e Ava Gardner, como também o das pin-ups americanas, loiras e com seios fartos.

Entretanto, os dois grandes símbolos de beleza da década de 50 foram Marilyn Monroe Brigitte Bardot, que eram uma mistura dos dois estilos, a devastadora combinação de ingenuidade e sensualidade.


As pioneiras das atuais top models surgiram através das lentes dos fotógrafos de moda, entre eles, Richard Avedon, Irving Penn e Willian Klein, que fotografavam para as maisons e para as revistas de moda, como a Elle e a Vogue.

9. Make
Os anos 50, apelidado de anos dourados, foram marcados pelo clássico vermelho nos lábios e nas unhas, cuidadosamente combinados com a “pele de porcelana”. Com o fim da 2º Guerra Mundial a falta de tecidos e cosméticos chegava ao fim.
Nessa época a diferença soical entre as mulheres era notada pela pele, pele clara na maioria das vezes bem pálida e aveludada. 


Na pele:  O pó de arroz, o pan cake ( criado em forno e solúvel em água 1937*) e o Pan Stick ( base em bastão cremosa 1948*). E em 1955*  é lançado o ERACE ( corretivo em bastão) Creme Puff ( pó compacto portátil com espelho) patenteados pela marca MAX FACTOR.
Nos olhos: O ponto alto aqui eram os olhos bem marados, então a industria oferecia um arsenal  de cores para os lápis, lápis se sobrancelha, máscara de cílios e delineador. Um dos hábitos era combinar a cor da sombra com suas jóias, roupas, lábios e etc... Nessa época a máscara de cílios  era em forma de graxa compactada e a apliação era com uma escovinha, só depois foi lançada a máscara pela marca Max Factor com bastão próprio.
Nos lábios: Nos anos 30 e 40 o vermelho era o mais usado, mais em 1950 os batons mais claros começa a ganhar mais espaço principalmente pelas mães conservadoras. Foi nessa década que apareceu a textura cintilante, os tons pastel,pêssego, rosa bêbê e até o branco acreditem o branco virou febre entre as jovens no final da década.

As principais marcas de cosméticos nesse período eram:

 Max Factor, Revlon, Avon, Maybelline, Ponds, Helena Rubinstein, Elizabeth Arden e Estée Lauder, que gastavam muito em publicidade. Na Europa, surgiram a Biotherm em 1952 e a Clarins em 1954, lançando produtos feitos a base de plantas, que s e tornaria uma tendência logo mais.

Os cabelos era bem montados, ainda era moda usar  bobs  e o secador de cabelos era um recurso muito usado para conseguir um efeito ondulado, os penteados podiam ser coques ou rabos de cavalo, como os de Brigitte Bardot, os salões agradeciam. Quanto ao cumprimento, os cabelos eram mais curtos, com mechas caindo no rosto e as franjas que davam um ar de menina.


Nessa década o Brasil quase ganhou o Miss Universe  três vezes,  em 1954 com Martha Rocha - Bahia , 1957 Terezinha Morango - Amazonas e 1958 Adalgisa Colombo - Distrito Federal.



Em 1955, as revistas Elle  ( criada em 1945*) e Vogue dedicaram várias páginas de sua publicação às coleções de prêt-à-porter, o que sinalizava que algo estava se transformando no mundo da moda. Uma preocupação dos estilistas era a diversificação dos produtos, através do sistema de licenças, que estava revolucionando a estratégia econômica das marcas. Assim, alguns itens se tornaram símbolos do que havia de mais chique, como o lenço de seda Hermès, que Audrey Hepburn usava, o perfume Chanel Nº 5, preferido de Marilyn Monroe e o batom Coronation Pink, lançado por Helena Rubinstein para a coroação da rainha da Inglaterra.Dentro do grande número de perfumes lançados nos anos 50.
10. Moda
Com o fim dos anos de guerra e do racionamento de tecidos, a mulher dos anos 50 se tornou mais feminina e glamourosa, de acordo com a moda lançada pelo "New Look", de Christian Dior, em 1947. Metros e metros de tecido eram gastos para confeccionar um vestido, bem amplo e na altura dos tornozelos.  

A cintura era bem marcada e os sapatos eram de saltos altos, além das luvas e outros acessórios luxuosos, como peles e jóias. mais ainda sim o estilo variava entre  pin-ups e mulheres como Marilyn Monroe com o estilo clássico de outras como Audrey Hepburn, grandes ícones da época.


Essa silhueta extremamente feminina e jovial atravessou toda a década de 50 e se manteve como base para a maioria das criações desse período, foi nos anos 50, a alta-costura viveu o seu apogeu. 
                                          - Ao lado direito vestido Nina Ricci.
Nomes importantes da criação de moda, como o espanhol Cristobal Balenciaga  (considerado o grande mestre da alta-costura), Hubert de Givenchy, Pierre Balmain, Chanel, Madame Grès, Nina Ricci e o próprio Christian Dior, transformaram essa época na mais glamourosa e sofisticada de todas.

Ao lado Audrey vestida por  Givenchy.





A partir de 1950, uma forma de difusão da alta-costura parisiense tornou-se possível com a criação de um grupo chamado "Costureiros Associados", do qual faziam parte famosas maisons, como a de Jacques Fath, Jeanne Paquin, Robert Piguet e Jean Dessès. Esse grupo havia se unido a sete profissionais da moda de confecção para editar, cada um, sete modelos a cada estação, para que fossem distribuídos para algumas lojas selecionadas. 


Em 1955, a grife "Jean Dessès-Diffusion" começou a fabricar tecidos em série para determinadas lojas da França e da África do Norte. O destaque na criação de sapatos foi o francês Roger Vivier. 
Ele criou o salto-agulha, em 1954 e, em 1959 o salto-choque, encurvado para dentro, além do bico chato e quadrado, entre muitos outros. Vivier trabalhou com Dior e criou vários modelos para os desfiles dos grandes estilistas da época.

Em 1954, Chanel reabriu sua maison em Paris, que esteve fechada durante a guerra. 

Aos 70 anos de idade, ela criou algumas peças que se tornariam inconfundíveis, como o famoso tailleur com guarnições trançadas, a famosa bolsa a tiracolo em matelassê e o escarpin bege com ponta escura.











Ao lado do sucesso da alta-costura parisiense, os Estados Unidos estavam avançando na direção do ready-to-wear e da confecção. Aindústria norte-americana desse setor estava cada vez mais forte, com as técnicas de produção em massa cada vez mais bem desenvolvidas e especializadas.

Na Inglaterra, empresas como Jaeger, Susan Small e Dereta produziam roupas prêt-à-porter sofisticadas. Na Itália, Emilio Pucci produzia peças separadas em cores fortes e estampadas que faziam sucesso tanto na Europa como nos EUA.

Na França, Jacques Fath foi um dos primeiros a se voltar ao prêt-à-porter, ainda em 1948, mas era inevitável que os outros estilistas começassem a acompanhar essa nova tendência a medida que a alta-costura começava a perder terreno, já no final dos anos 50.
  


No final dessa década o padrão de beleza é marcado pelo corpo esquálido, baseado na modelo inglesa Twiggy  e na atriz Raquel Welch. Muito diferente do corpo dos anos 1940 marcado pelas curvaturas corporais das atrizes Marilyn Monroe e Ava Gardner.
Enfim, espero que tenham gostado de post, eu particularmente amei essa época e vocês?
Até o próximo post! Beijinhos ;*
Referências; Almanaque UOL, Moda Histórica.

14 comentários:

Juliana Margarida disse...

Uma doca nao faz post tao longo assim mais adorei o assunto em questao gata ta de parabens!
Um ótimo sábado fica com deus gata !
http://www.politicamenteincorreta.com/

Samara Ferreira disse...

Lady and the tramp é um amor! E a modelo da capa da Vogue é linda!

rasgadojeans.blogspot.com

Danie Sobral disse...

Nada melhor do que o surgimento do rock *--* fora os clássicos do cinema. Alice, Peter pan... Como não amar?

http://www.agindodiferente.com/

Hey I'm With The Band disse...

Ai que post legaaaaal ♥
Adoro saber mais sobre as décadas passadas. Os vestidos dos anos 50 eram lindíssimos! A make então? Passar pó de arroz hahahahha, que legal *----*

http://heyimwiththeband.blogspot.com/

Ízis Miranda disse...

Muito boa a postagem, adorei saber mais sobre essa mudança e influência que a música trás para a moda, os filmes, e assim segue.

Beijos :*
vidro-colorido.blogspot.com

Luiza Andreatta Pavan disse...

Adorei o post , ficou bem legal !
Um beijo
http://garotaantenadas2.blogspot.com.br/

Luana Oliveira disse...

Amo voltar no tempo assim, rs

Beeeeeeeijos =)
www.paaradateen.com

Lulu on the sky disse...

Os anos 50 foram os melhores.
Boa noite pra vc!
Big Beijos
Lulu on the Sky

Bianca Schultz disse...

Que demais esse post!
A parte que mais curti foi ver como eram a cara das publis dos cosméticos naquela época, haha, incrível como o tempo passa e as coisas mudam tanto.

Beijos!
Blog Bianca Schultz

Pâmela Lepletier disse...

Ahh eu amo ver a publicidade e as makes dessa época.
Adoorei o post.
Beijos!

Blog Pam Lepletier

Janaína Santos disse...

Gostei demais da sua postagem, e adorei conhecer seu blog.
Já estou te seguindo, se gostar do meu cantinho retribui.
Beijos
Jana Makes Esmaltes e Cia

Flávia Carboni disse...

Guria, que pena que não conheci essa sua série de posts antes! Acabei na semana passada o primeiro capítulo do meu TCC que falava justamente sobre a história da moda, hahaha!
AMEI tudo por aqui <3
Beijão!

sarah saad disse...

https://khairyayman85.wixsite.com/jumperads
http://kenanaonline.com/east-eldmam
https://www.edocr.com/user/emc-mee

sarah saad disse...

http://www.bookcrossing.com/mybookshelf/khairyayman/
http://www.abandonia.com/ar/user/3067672
https://khairyayman85.wixsite.com/jumperads

Postar um comentário